07 Jan

Auto-estima, Felicidade & Autoconhecimento!

Sabes quem és de verdade?
Gostas de ti? Estimas-te?

Quando te olhas ao espelho, quais são as frases que ouves na tua cabeça? Serias capaz de dizer essas frases a uma pessoa de quem gostas?
Como queres que os outros te amem se és incapaz de te amar?
Amar a si mesmo nunca é vaidade, egoísmo ou arrogância. Quanto mais te amares a ti mais amas os outros.

AUTO-ESTIMA refere-se à avaliação que a pessoa faz de si mesma, e que pode ser mais positiva ou negativa.
É o conhecimento que o individuo tem de si próprio. O modo como o outro trata o outro mostra o seu grau de autoestima. Quanto mais se valoriza mais valoriza os outros. Quem não tem autoestima está emocionalmente doente. A autoestima é a base de todos os relacionamentos.
Autoestima tem a ver com o grau de confiança da pessoa em si mesma e está relacionada com o amor próprio. Se você não se dá valor, como quer que os seus relacionamentos deem certo? Pessoas que têm autoestima percebem que só se sentem abandonadas quando elas próprias se abandonam.
Um dos pioneiros no estudo da autoestima, Nathaniel Branden, explica como ela está ligada à felicidade. Há cerca de 30 anos, os pesquisadores começaram a isolar uma característica desenvolvida em algumas pessoas, hoje genericamente conhecida como autoestima.
Segundo os especialistas, há fortes evidências de que a autoestima esteja associada a um sentimento que todo o mundo procura: a felicidade. Para estes investigadores pessoas com autoestima têm respeito e amor-próprio e tendem a ver os outros com os mesmos olhos. Assim, os relacionamentos pessoais e profissionais fluem melhor.
Nathaniel Branden também define a autoestima como a capacidade de lidar com os percalços da vida.
Há uma linha de pesquisadores que defendem ainda a tese de que eventos ocorridos na infância, episódios traumáticos e situações de alegria são decisivos na formação dessa característica. Ou seja, que a autoestima de uma pessoa é formada ao longo da vida. Há frases que ouvimos enquanto crescemos que podem ser fontes para deixar a autoestima elevada ou baixa. Isto significa que, o que tu recebeste ao longo da tua vida é que determina o que és hoje. Nathaniel Branden refere que os pais e professores têm um papel importante na formação da autoimagem. Porém, ressalta que, o homem não é apenas uma massinha a ser moldada por forças externas.
”Indivíduos com autoestima elevada não estão livres de sofrimento e tristeza, mas são mais capacitados para superar frustrações e lidar com desafios emocionais”, refere.
Uma pessoa com baixa autoestima vai ter dificuldades em várias áreas da sua vida. E vai tentar diminuir o outro para se sentir melhor. Uma pessoa com boa autoestima sabe quem é de verdade e reconhece o valor nos outros. Não se sente melhor ou pior que ninguém. Sabe que as outras pessoas são merecedoras da felicidade.
AUTOESTIMA é saber que, podes não ser a pessoa mais bonita ou mais inteligente, mas que és uma pessoa única.
Não há ninguém no mundo igual a ti. Já viste como é incrível?
Conviver com pessoas que nos elevam, que nos incentivam, é um dos segredos para conseguires melhorar a tua autoestima.
Quando entras num processo de autoconhecimento, sentes que tens que filtrar a toxicidade que te rodeia, caso não a consigas controlar, aceitas-te como és, rodeias-te de pessoas positivas que te criticam para ajudar a evoluir e não para te diminuir. Se sentes que alguém chegado te está a perturbar, tenta ser assertivo e deixa bem claro quais são os teus sentimentos.
Para aumentares a tua autoestima tens que te deixar de comparar com os outros e de te sentires inferior.

Se cada pessoa é um Ser Único, então para quê comparações? Porque te continuas a comparar com os outros? Cada Ser é especial à sua maneira!
Podes fazer uma lista das tuas qualidades.
Anota 10 características boas sobre ti, físicas ou psicológicas. Valoriza-as.
Exercita-te. O exercício físico ajuda a elevar a autoestima porque não só ajuda a um corpo mais bonito mas também porque se libertam hormonas que irrigam o cérebro com energia positiva.
Liberta-te da opinião dos outros. Ninguém conhece o teu âmago, não fiques à espera da sua aprovação!

7 HÁBITOS que ELEVAM a tua AUTO-ESTIMA:

1 – Não te compares aos outros. Comparação gera diminuição de alguém. Pára de te comparares com as outras pessoas. Valoriza-te mais. Olha-te ao espelho e enumera os pontos positivos que visualizas.
2 – Vive todos os dias para seres uma melhor versão do que eras ontem. Se for para te comparares, compara-te contigo mesmo. Aprende algo novo a cada dia.
3 – Pára de viver no Passado. O passado está ultrapassado. O futuro não é igual ao teu passado, a menos que tu vivas nele. Tu podes construir o teu futuro. Independentemente do que te aconteceu, usa essa experiência para aprendizagem. O passado já era!
4 – Sê a pessoa por quem tu te querias apaixonar. Gostas de ti o suficiente? Escolhe pessoas que te valorizem. Sê “UAU”!
5 – Não entres em competições. Não viemos cá para ganhar nada a ninguém. Compete apenas contigo mesmo. Estabelece novas metas por ti e não pelos outros.
6 – Foca nos teus pontos fortes e desenvolve os pontos fracos. No que é que tu és bom? E o que tens que corrigir? Escreve as tuas características. Conhece-te bem. Descobre-te. Analisa os teus comportamentos. Quais são as cinco maiores virtudes? Potencia-as ao máximo!
7 – Não ligues ao que as pessoas falam sobre ti. A opinião dos outros sobre ti é uma questão delas não tua. Bem ou mal, as pessoas vão sempre falar.

Uma pessoa com autoestima confia na sua capacidade de tomar decisões e sente-se merecedor de felicidade, amor e sucesso.
A autoestima influencia todos os aspetos da tua vida, inclusive a financeira.
Se estás insatisfeito com alguma área da tua vida, vê o que precisas de fazer para transformar a tua autoestima.
A autoestima pode ser estimulada com emoções positivas. Valoriza as tuas conquistas diárias. Aprecia tudo ao teu redor.
É por isso que é muito importante que aprendas a gostar de ti próprio e podes alcançar isso através do autoconhecimento. Somos mais interessantes do que imaginamos. Sempre que fazemos meditação, descobrimos que somos mais do que imaginávamos.
Se precisas de ajuda para conseguir alcançar uma maior autoestima, procura um mentor que te ajude nesse processo.

https://cursos.anapedroso.pt/consultoria-ana-pedroso/